domingo, 25 de abril de 2010

22 de abril

Nunca ganhei na mega-sena, não ganhei um carro no sorteio do shopping. Não ganhei a viagem na rifa. Não aprendi a andar de skate, nem a surfar.

Nunca desci o rio de bóia, nem pulei de pára-quedas ou de asa delta.

Nunca dirigi um caminhão, nem comi ostra. Não chorei a morte do ídolo nacional, não sofri na copa do mundo.

Não senti as dores do parto. Nunca perdi o sono, nem engessei o cotovelo.
Mas já me decepcionei com sonhos.

Já ganhei quando perdi, e continuo ganhando.

A cada dia vejo a reafirmação da bela decepção e por isso continuo acreditando.

Hoje é 22 de abril de 2010. Tenho 29 anos, cinco meses e alguns dias.

Tenho uma família maravilhosa, que está crescendo sempre.

Tenho poucos amigos, muitos amores e outros tantos queridos.

O tempo vai passando, mas sou eu quem estou ganhando.

O cabelo vai caindo e liberando espaço para experiência.

Os dentes vão amarelando e colorindo o dia.

E aos poucos sei que me curvarei para o mundo, até o dia em que ele quiser que eu faça parte dele.

Um comentário:

Maria Inês disse...

Puxa, que bom que voltou. Estava sentindo falta de ler seus textos diariamente.
Adorei!